Esconda O Pranto Num Sorriso

1972

 
Esconda o pranto num sorriso
Chegou a hora
Vou dizer-te adeus

A ilusão e a esperança
Ao seu amor
Que não lhe pertenceu

Vou pela rua desta vida
E já nem sei pra onde vou
Pra onde vou

Talvez na curva do destino
Alguém lhe dê o que você negou

E no silêncio do passado
Você verá que o meu amor

Seria o mundo do seu mundo
Porque você não meditou

Esconda o pranto num sorriso
Chegou a hora
Vou dizer-te adeus

A ilusão e a esperança
Ao seu amor
Que não lhe pertenceu

Vou pela rua desta vida
E já nem sei pra onde vou
Pra onde vou

Talvez na curva do destino
Alguém lhe dê o que você negou
Amor, amor, amor